Lady Lúdica: de jogadoras para jogadoras

Postado por

ladyludicalogoNo último sábado, dia 03 de junho, ocorreu no loja Game of Boards que fica no Catete, zona sul do Rio de Janeiro, a segunda edição do evento Lady Lúdica. Um evento criado, organizado e realizado somente por mulheres e que já conta, desde a sua primeira edição, com o apoio de editoras e empresas diversas.

O evento visa reforçar a presença feminina no mercado de jogos de tabuleiro de forma geral proporcionando um ambiente voltado para que mulheres se sintam à vontade para jogar o que querem e também serem melhor acolhidas de forma geral. Infelizmente ainda é comum observar muitas mulheres que evitam ir em encontros ou eventos de jogos de tabuleiro por ser um ambiente desconhecido e algumas vezes até um pouco hostil.

ladyorganizadoras1
As organizadoras

A organização tem contado com profissionais que sempre buscam ressaltar o valor da mulher nesse meio, tão dominado por homens, convidando profissionais que já fazem parte do mercado. Na primeira edição as convidadas especiais foram a Fernanda Zamith, criadora de jogos, e Vanessa Helen da editora Funbox (Mandala Jogos). Já na segunda edição houve a participação da Angelica Sposito da editora Kronos Games.

ladykronos1
Mesa da Kronos Games editora

Números

Quem está acostumado a comparecer em eventos de jogos de tabuleiro bem percebe que é um ambiente que possui pouca participação feminina. Existe uma certa hostilidade por parte de alguns e as jogadoras precisam sempre se afirmarem nas partidas que participam, o que já gera antecipadamente uma falta de interesse em comparecer à um local com um evento de jogos de tabuleiro de forma geral.
Ao conversar com Alexander Costa, organizador do evento Castelo das peças que já existe há quase 10 anos no Rio de Janeiro, a média de pessoas em cada edição do evento é de 85, porém somente 20% desse número são mulheres. Já Leandro Nunes, organizador do The Meeple que possui 2 anos de vida e acontece em Niterói (também no estado do Rio), me informou que da média de 70 pessoas por edição evento, apenas 30% são mulheres – ambos os números são apenas dos últimos seis meses. Essas informações concretas de pessoas já à frente de eventos sólidos no estado e que demonstram a existência de uma participação pequena do público feminino.

ladypessoas1
Profissionais diversos que compareceram ao evento em sua segunda edição

Além disso, é muito comum ler na web reclamações pela falta de recepção em alguns eventos. O Lady Lúdica é um dos que faz o contrário, e todos os visitantes são sempre bem recebidos e abordados gentilmente por lá. É muito comum ver uma das organizadores convidando as pessoas para jogarem, formando mesas, unindo desconhecidos em alguma partida.

ladymesa1
Uma das organizadores tinha acabado de formar uma mesa do jogo Medievalia, futuro lançamento da Ace studios

Mesmo sendo um evento novo, “nascido” há duas edições atrás, o Lady Lúdica se tornou um pioneiro em criar um ambiente voltado para mulheres e o melhor de tudo: feito por mulheres! Representar uma minoria nunca é fácil e sempre existe quem seja do contra, porém trazer 40% de público feminino com uma média de 140 pessoas é sim importante. Portanto, pela garra, coragem e vontade de seguir em frente, este blog e sua equipe deseja longa vida à Lady Lúdica!

Todas as fotos foram gentilmente cedidas pela organização do evento. Obrigado!