Conheça mais sobre o evento itinerante “SeJoga”

Postado por
Surgido pouco tempo atrás ainda este ano, o evento itinerante SeJoga invade outros eventos, com foco em fornecer ao publico LGBT+ (saiba mais sobre clicando aqui (em inglês)) um espaço confortável para jogar sem julgamentos, sem preconceito, independente do evento ser normativo ou de representatividade.
sejogalogo1
Formato do evento
A ideia dos organizadores é participar dos eventos já existentes e em breve partir para algo de criação própria. O SeJoga começou no Lady Lúdica de novembro, na data de 04/11/2017 e o principal motivo de escolha do evento de representatividade feminina para começar foi unir forças e voz nas representatividades e também debutar em um ambiente que já defende uma causa, a representatividade feminina no meio dos tabuleiros, de acordo com os organizadores.

O principal motivo pelo qual a dupla de organizadores começou essa iniciativa foi a falta de empatia para com os novos jogadores. Adicionado à este fato, Elson e Dan já vivenciaram situações em encontros diversos onde existia a dificuldade de aceitação por parte das pessoas que já frequentavam os locais e mesas de jogatinas antes dos novatos chegarem.

sejogaludica1
Casa cheia no Lady Lúdica. Foto: Se Joga
Além disso, também é o foco dos organizadores, os cariocas Elson Bemfeito e Dan Paskin, trazer novos gaymers para as jogatinas.
A segunda edição foi um convite feito por Alexander Costa, o organizador do mais tradicional evento de jogos de tabuleiro do Rio de Janeiro, Castelo das peças. “Este convite é uma honra e uma responsabilidade muito grande, mas também um orgulho do reconhecimento de que estamos fazendo um trabalho necessário, apoiado pela grande maioria, e pelo visto, bem feito!“, finalizou Elson com um trocadilho com seu sobrenome.
sejogaludica2
Os organizadores recebem bem a todos. Foto: Se Joga
Planos futuros
Além de eventos próprios, os organizadores querem maior reconhecimento e aceitação da comunidade LGBT+ no meio nerd/geek em geral. “Hoje até editoras de quadrinhos com personagens históricos estão revelando a verdadeira sexualidade de seus heróis. Não há porquê nós, humanos e reais, não podermos ser quem somos e sermos heróis e heroínas de nossa própria história e vida. Esse é nosso principal objetivo”, escreveu Dan Paskin.
sejoga.convidados1
Castelo das Peças, Siga o Coelho e After Match. Foto: SeJoga
Uma grande preocupação tanto de Dan quanto de Elson é trazer mais profissionalismo ao mercado de jogos de tabuleiro nacional, oferecendo a experiência que ambos possuem em monitoria, demonstração de jogos e outros. Como disseram, “As jogas são pra se divertir, mas o mercado não é brincadeira”.

O fator que diferencia esta iniciativa de outras é o foco no público LGBT+ através de uma nova opção de entretenimento para este público que ainda não é comum nesses eventos. Mesmo sem patrocínio direto, o Se Joga conta com a ajuda de empresas dedicadas e preocupadas com seu público como a Legion Board & Card Game e também a Galatic Nerd, empresas que fornecem brindes para sorteios e também comparecem nos eventos com seus representantes. Ainda existe o apoio do pessoal da Arca dos Jogos, um iniciativa de demonstração de jogos de tabuleiro e organizadores do evento The Meeple (RJ) que empresta seu acervo de jogos para o SeJoga.

sejogasanderson1
Patrícia Nate (Lady Lúdica), Sanderson Gomes (Casa do Goblin) e Elson Bemfeito. Foto: Se Joga
O blog Meeple Divino deseja que o sucesso se jogue no evento sempre!