Os protótipos testados no Diversão Offline – Parte 2

Postado por

Nesta última postagem sobre os protótipos do Diversão Offline, porém ainda existe mais assunto a ser abordado a respeito do evento aqui no blog, os últimos protótipos jogados por mim e por Ana Rita, minha amiga nesta empreitada, serão tratados aqui com as nossas primeiras impressões.

Assim como na postagem anterior, a área de protótipos do eventos estava sempre com muitas pessoas curiosas para conhecer os jogos, conversar com os autores e também para testar os mesmos. Existia uma premiação de R$ 1.000,00 para começar uma campanha de financiamento coletivo no Catarse para quem conseguisse o primeiro lugar em uma votação por parte dos visitantes e jogadores do evento e também mais R$ 500,00 em créditos para criar uma protótipo de alta qualidade na carioca Game Maker.

O grande vencedor desses dois prêmios foi o jogo Sobrevivência na Amazônia, de Roberto Tostes e o segundo lugar ficou com o jogo Mega Race, de autoria do Leandro Maciel. Aqui abordaremos os dois títulos e o que achamos deles.

Dead & Breakfast
Anterior chamado de Mi casa, su casa, este jogo divertido possui tema diferente. Dead & breakfast é um jogo onde é necessário construir um hotel com 5 andares e hospedar monstros para ganhar pontos através da mecânica de colocação de peças. Cada jogador recebe uma porta que já vem sinalizada com algumas possíveis pontuações com flores e as peças a serem colocadas podem ser verticais ou horizontais, sendo que todas possuem janelas com hóspedes monstruosos. O tema anterior (quando era denominado Mi casa, su casa) era construir um prédio em uma área de subúrbio que retratava uma típica vizinhança brasileira, o que sinceramente achamos que seria mais atraente do que mais um jogo com tema de fantasia. O jogo é um título sólido, muito divertido e fácil de entender, além de demandar decisões de qual forma (janela) que será pontuada em cada jogada.

deadbreakfast1
Final da partida

ToteMinions
ToteMinions é um jogo de dados estratégico em arena onde se move, ataca e usa habilidades através de petelecos em dados de diferentes tamanhos. Os jogadores controlam diferentes tribos de pequenas criaturas como Kobolds, Gnomos, Goblins ou Diabretes, que lutam pelo domínio de um terreno. A brincadeira com o nome fica bem clara durante a partida: cada jogador sobe com seus seguidores (minions) em “pedras” para poder atacar ou ainda expulsar os dados do seu adversário do tabuleiro. O jogo é bastante divertido e interativo, proporcionando muitas risadas e intrigas na mesa, sem perder a qualidade em estratégia e a pitada da sorte. Claro, ainda existem pontos a melhorar como equilíbrio das habilidades, testes das raças e regras, porém seus desenvolvedores vêm trabalhando com muita qualidade no título, que evolui a cada novo teste. O jogo deve sair pela Redbox, mas ainda sem previsão.

toteminions1
ToteMinions

Mega Race
Mega Race é um jogo que lembra muito o desenho animado “Corrida maluca” (no original Wacky Races), onde somos corredores que querem ganhar a qualquer custo sem medir esforços. No início da partida, cada jogador ganha 2 cartas de movimento e 2 cartas de ações que variam entre dar mais ações ou atrapalhar os adversários. Ainda existem cartas que dão movimentos especiais em cada carro. A troca constante de lugar entre os competidores na pista (que é montada durante a partida), assim como os turnos rápidos e divertidos criam uma grande interação entre todos na mesa. Mega Race é de fácil aprendizagem, visual atraente e simples iconografia. Como a duração do jogo depende dos jogadores, as mesas podem demorar ou não, o que não é necessariamente um problema, mas pode não agradar a todos.

megarace1
Mega Race

Sobrevivência na Amazônia
Definitivamente esse era um protótipo interessante com uma temática rica e cheia de elementos que chamava muito a atenção durante o evento pela caracterização dos demonstradores. Nele, cada jogador é um desbravador na floresta amazônica (sim, no Brasil) abrindo cartas de floresta ou de rio. O jogo possui 16 rodadas e existem acampamentos que são momentos especiais no jogo. Além de também ter um tabuleiro central formado por hexágonos; tabuleiros individuais para os jogadores, recursos, cartas e vários outros elementos. Durante o saque de cartas do jogo aparecem desafios que o jogador pode enfrentar ou itens que vão ajudar a alcançar o objetivo final do jogo que é chegar ao ponto de resgate. Entretanto, ainda que o objetivo tenha sido alcançado, isso não é garantia de vitória, pois a pontuação do jogo se encontra nos itens.

Como já descrito anteriormente, este foi o título vencedor de ambos os prêmios do evento, o que foi de certa forma merecido. Porém, a versão que jogamos do jogo (mudanças são claramente necessárias) possui elementos demais, o que dificulta, logo no início de cada partida, a criação de uma estratégia por parte dos jogadores menos experientes, o que poderia ser algo em menor número. Mesmo estando em um evento, o jogo demorou demais para chegar ao seu final e o autor em vários momentos não seguiu uma lógica em sua explicação, aspecto apontado para o mesmo durante o evento.

amazonia1
Sobrevivência na Amazônia
amazonia2
Barraca e demonstradores caracterizados com o tema do jogo, além da mesa de demonstração

Encerrada a parte de protótipos, em breve teremos os jogos já lançados jogados no evento!