Mansions of Madness: o que você precisa saber

Postado por

Recentemente a Galápagos Jogos fez o aguardado anúncio do início das vendas de Mansions of Madness Segunda Edição. Reimplementação do jogo original de 2011, Mansions coloca de 1 a 5 investigadores contra os horrores lovecraftianos típicos da franquia Arkham Files.

O lançamento, porém, veio recheado de dúvidas aqui no Brasil. Ele está sendo vendido com “expansões”? Sem elas meu jogo fica “incompleto”? Eu tenho a Primeira Edição, jogo ela fora? Para tentar sanar essas dúvidas, vamos explicar exatamente o que é MoM 2ª Edição e tentar elucidar o mistério maior na cabeça de muita gente: “Afinal, eu preciso comprar o QUÊ?”

mansions.second1
Caixa e componentes

A PRIMEIRA EDIÇÃO
Para compreender melhor a segunda edição, precisamos conhecer o básico da primeira. Criado em 2011 pela Fantasy Flight, Mansions of Madness é quase um dungeon crawler. Cada jogador interpreta um investigador, vasculhando uma mansão criada por tiles de mapa e buscando por pistas de um mistério. Seu diferencial é o papel do Keeper – um jogador que age contra os investigadores, tentando impedi-los de vencer, controlando os monstros e aplicando armadilhas no caminho. É uma mecânica que já vimos em outros jogos, como Descent: Journeys in the dark.

Mansions of Madness 1st edition teve duas expansões “grandes”. A primeira delas, Forbidden alchemy, acrescentava um elemento de ciência aos contos de horror do jogo, com cenários de laboratórios, monstros alquímicos e outras coisas assim. A segunda, Call of the wild, trazia novos tiles de mapa que representavam lugares selvagens, jardins, cachoeiras e outras áreas externas.

mansions_callofthewild1

Mansions também teve numerosas expansões “menores”, produzidas no sistema print on demand (impressão conforme demanda) da FFG. Ao contrário das grandes, que traziam novos monstros e investigadores (e suas respectivas miniaturas) e tiles de mapa, as expansões menores só traziam cenários para serem jogados (e as cartas de objetivo necessárias). Eram elas “Till death do us part, The silver tablet, Season of the witch, The yellow sign, House of fears e The laboratory.

E POR QUE FIZERAM UMA SEGUNDA EDIÇÃO?
Além disso da questão financeira, Mansions of Madness 1st Edition destoava dos outros jogos da franquia Arkham files por ter um componente competitivo (o Keeper). A segunda edição removeu isso acrescentando um aplicativo que faz esse papel, criando o cenário e controlando aparições de monstros, mistérios e coisas que, antes, eram obrigação do Keeper. A segunda edição também trouxe regras mais enxutas para diversas das mecânicas do jogo antigo, além da possibilidade de jogos solo.

E O QUE VEM NA SEGUNDA EDIÇÃO?
Atualmente Mansions of Madness segunda edição possui duas coleções de figuras e mapas e uma expansão. A caixa básica da 2ª edição só possui conteúdo inédito. Além das regras modificadas, cartas e marcadores, ela vem com novos Investigadores e monstros (cartas e miniaturas) e novos tiles de mapa. Nada da caixa básica da 2ª edição existia antes.

mansions.secondcompleto1
Componentes da segunda edição

Paralelo a isso, a caixa base vem com um “kit de conversão”. Ele serve para quem possuía as três caixas grandes da 1st Edition, e tem as cartas de todos os Investigadores anteriores, marcadores de todos os monstros anteriores (já adaptados para as regras da Segunda Edição) e uma lista nominal de todos os tiles de mapa antigos – nas regras novas existe uma diferenciação entre espaços “externos” e “internos”, e a tabela serve para ver quais espaços de mapa caem em uma ou outra classificação.

A coleção de figuras e mapas “Pesadelos recorrentes” tem as miniaturas de Investigadores e monstros e tiles de mapa que vinham na caixa base da 1st edition. Já a coleção de figuras “Memórias reprimidas” tem as miniaturas de investigadores e monstros e tiles de mapas que vieram em Forbidden alchemy e Call of the wild.

A única expansão real do jogo é “Beyond the threshold” (que futuramente será lançada aqui sob o nome “Além do limiar”). Esta vem com novos Investigadores, monstros, mapas, cartas e coisas que expandem a segunda edição, bem como um novo cenário.

O QUÊ EU PRECISO COMPRAR, AFINAL?
Depende do quê você já possui!

Donos das três caixas grandes da 1st Edition: não precisam de mais NADA além da caixa base da Segunda. Vocês já possuem todo o conteúdo das Coleções (miniaturas de investigadores e monstros, e tiles de mapa). Basta usar as minis/tiles que você já tem, em conjunto com o kit de conversão.

Donos de uma ou duas das caixas grandes da 1st Edition: confira qual/quais caixa(s) você possui, e compre conteúdo da segunda edição que corresponda ao que você não possui. Por exemplo, se você tem a caixa base da 1st mas não tem nenhuma das expansões, não precisa de Pesadelos Recorrentes, apenas da Memórias Reprimidas. Caso você possua a caixa base e uma das duas expansões, caberá a você decidir se vale comprar Memórias reprimidas, já que vai acabar com conteúdo repetido (e potencialmente inútil) de uma das expansões que ela replica.

Quem não possui nada da 1st Edition: vai “precisar” comprar a base e as duas coleções da segunda – entre aspas porque nenhuma delas é realmente necessária para jogar, elas incluem apenas os elementos físicos da 1st edition e adicionam dois novos cenários no aplicativo quando habilitadas.

Esperamos que esse mini-guia de compras ajude na hora de decidir o quê pegar caso você resolva se aventurar nos terríveis mistérios que envolvem os Grandes Antigos. Boa sorte, e que você não seja devorado!