Ironclad Tactics

Postado por

Cardgame + RTS + Steampunk. Não tem como dar errado. O ano é 1860. Maxwell e Joseph, velhos amigos de infância, trabalham no Serviço de Engenharia a Vapor do Exército Americano. Em visita a uma exposição de novas máquinas do cientista Zebulon, ambos se envolvem na Guerra Civil que ocorre quando os Confederados conseguem – não se sabe como – colocar as mãos nos poderosos Ironclads, robôs humanoides movidos a vapor.

ironclads1

Se a história lhe parece familiar, não se assuste. Ironclad Tactics, jogo criado pela desenvolvedora independente Zachtronic Industries, é uma mistura muito inteligente de jogo de cartas e estratégia em tempo real e oferece uma interessante releitura da guerra civil americana, em um ambiente steampunk dos melhores.

Em cada cenário do modo história, o jogador usa um baralho criado com as numerosas cartas que consegue conforme avança na história e realiza tarefas. Estas cartas representam tropas de infantaria (humanas), os ironclads, partes (equipamentos) e táticas como ordens e efeitos especiais. Cada carta custa um certo valor em pontos de ação, que são acumulados durante os turnos. Ao acumular pontos suficientes, você pode colocar a unidade no campo de batalha (ou usar a Tática, ou equipar uma Parte). Unidades colocadas no campo avançam sempre em linha reta (a não ser que uma Tática mude isso), e batalham em tempo real contra as unidades inimigas. Uma unidade destruída retorna para seu baralho, onde é embaralhada e pode mais tarde se tornar novamente disponível.

ironclads2
Uma das primeiras batalhas do jogo

O modo história é contado através de imagens que simulam uma história em quadrinhos, muito bem desenhada e divertida. Os diversos cenários oferecem tarefas especiais (como um deles onde devemos, além de vencer, impedir a destruição de uma estátua) que recompensam o jogador com cartas extras.

ironclads_historia1
Cena do modo história

Uma coisa interessante sobre as cartas é que eles “evoluem”. Uma carta de arma, por exemplo, pode evoluir ao ser usada 30 vezes. Quando isso acontece, você ganha uma nova forma daquele card, mais poderosa e cara – mas não perde a antiga. Isso ajuda a balancear a construção dos baralhos que devem ser feitos com exatas 20 cartas e com até duas de três facções diferentes.

ironclads3
Gerenciamento de baralho

A trilha sonora de Ironclad Tactics é muito boa, com temas militares bem típicos que ouvimos em outras representações da Guerra Civil. Os gráficos são simples, mas coloridos e bonitos o suficiente.

Infelizmente, Ironclad Tactics é um jogo que possui um sistema simples em excesso, que só tenta ser complicado quando você busca as recompensas extras de cada cenário. Oferece cenários adicionais com objetivos diversos, e modos multiplayer online, mas que não são também algo que você receba como “aquele extra”. Talvez por ser um jogo indie, criado por uma empresa pequena de poucos recursos, Ironclad Tactics passa a sensação de que poderia ser mais ousado. Mas de modo algum é um jogo ruim – somente um que não faz muita questão de oferecer mais do que pode ou aparenta.

De qualquer modo, Ironclad Tactics é um jogo que representa bem uma junção inteligente de card game e Real Time Strategy (RTS). A releitura da Guerra Civil Americana não poderia receber outra roupagem melhor que a steampunk. E sendo um jogo barato tanto na Steam quanto na PlayStation Store, Ironclad Tactics não deixa de ser um passatempo entre aquelas suas jogatinas mais pesadas de Fallout 4 e The Witcher 3: Wild Hunt.